Sistema de gestão da manutenção

24 Março 2023

O MTTR e o MTBF são duas métricas de manutenção importantes na gestão de ativos. Conheça estes principais indicadores de desempenho para uma manutenção de excelência e saiba como pode calculá-los.

2 min

MTTR: o que é e como se diferencia do MTBF?

O que é o MTTR: Mean Time To Repair

O MTTR – em inglês Mean Time To Repair – é o tempo médio de reparação, uma das métricas mais utilizadas pelos gestores de manutenção. Tal como o nome indica, o MTTR representa o tempo médio necessário para resolver problemas e reparar os equipamentos que sofreram uma avaria, devolvendo-lhes as condições iniciais de funcionamento. O tempo de manutenção de um equipamento inicia quando ocorre o incidente e termina quando o equipamento regressa à sua função normal de funcionamento. Esta métrica é um indicador decisivo para verificar como é que a organização consegue dar resposta a um problema e resolvê-lo de forma eficaz.

Cegid Valuekeep

Simplifique a manutenção dos equipamentos e ativos da sua empresa.
Agende uma demo e saiba tudo sobre a nossa solução.

Saber mais

Como podemos calcular o MTTR?

O MTTR é o resultado do tempo total de manutenção corretiva a dividir pelo número de ações de manutenção durante um determinado período. É calculado segundo a seguinte fórmula: MTTR= Tempo Total de Manutenção Corretiva / Número de Ações de Reparação. Nesta fórmula percebemos rapidamente que o MTTR deriva de duas variáveis: o tempo total de manutenção corretiva (ou seja, o tempo total dedicado na reparação do equipamento) e o número de ações de reparação. Para reduzir o MTTR, tem de ter em atenção ambos os fatores e, obrigatoriamente, tentar reduzi-los.

Como calcular o MTTR no software de manutenção (CMMS)?

Quando um equipamento fica inativo no software de manutenção para efeitos de reparação, a data e a hora são registadas na base de dados do programa. A solução de manutenção calcula o tempo dispensado na reparação do ativo até que este volte à condição normal de funcionamento. É, então, possível aceder a relatórios sobre o MTTR e ver como é que se comporta ao longo do tempo. Se dividir o tempo de inatividade em partes como o tempo de espera do técnico, tempo de entrega da peça necessária, duração da reparação, etc., pode extrair um cálculo mais exato do MTTR.

O que é o MTBF: Mean Time Between Failures

O MTBF – em inglês Mean Time Between Failures – é o tempo médio entre avarias de um equipamento, uma métrica importante onde a taxa de indisponibilidade dos ativos deve ser gerida. Por outras palavras, o MTBF é o tempo médio em que o equipamento funciona corretamente entre as falhas. O MTBF torna-se um indicador de desempenho bastante importante para os ativos mais críticos. Esta métrica não prevê qualquer manutenção programada como inspeções, recalibrações ou substituições preventivas de peças. Enquanto o MTTR afeta apenas a disponibilidade, o MTBF afeta tanto disponibilidade como a fiabilidade.

Como calcular o MTBF?

Os vários fatores que influenciam o MTBF são, essencialmente, humanos. Por exemplo, será que o equipamento foi instalado corretamente? O equipamento foi desenhado e construído de forma adequada? Será que as operações de manutenção realizadas anteriormente pelos técnicos contribuíram para a avaria? A fórmula para calcular o MTBF é a seguinte: MTBF= Tempo Total Disponível – Tempo Perdido / Número de Paragens.

Como calcular o MTBF no software de manutenção?

A solução de gestão de manutenção tem relatórios incorporados sobre o MTBF, por isso, é fácil analisar diretamente os dados relativos a esta métrica sobre qualquer ativo. Quando um equipamento fica indisponível para efeitos de reparação, deve selecionar o motivo/ocorrência que descreve esta situação. Os motivos para classificar um ativo como indisponível podem ser configurados nas definições do software de manutenção. Logo que o equipamento seja reparado e esteja apto para regressar à sua atividade, deve selecioná-lo como um ativo disponível. Esta informação sobre os estados de disponibilidade/indisponibilidade dos ativos é utilizada para calcular o MTBF e, por essa razão, deve estar sempre atualizada.

Por que razão o MTTR e o MTBF são métricas de manutenção tão importantes?

Com base no MTBF, o gestor de manutenção consegue perceber quais são os equipamentos mais falíveis — isto é, que precisam de mais manutenção, ou até de ser substituídos. Quanto ao MTTR, o objetivo deve ser diminuí-lo. Reduzir o MTTR passa, por um lado, pela manutenção preventiva para que o número de avarias seja menor e, por outro lado, pela diminuição do tempo dispensado na reparação. Aqui, trata-se de agir rapidamente e preparar a equipa técnica — quanto mais depressa responderem a um incidente, mais rápido se resolverá a avaria. Ao passo que o MTBF mede a fiabilidade, o MTTR é um forte indicador da eficácia da reparação. Estas duas métricas juntas permitem obter uma estimativa de quanto tempo é que um determinado ativo ou localização esteve indisponível. A análise do MTBF e do MTTR em conjunto proporcionam, também, a possibilidade de fazer estimativas acerca produção que diminui ou até mesmo é interrompida durante as avarias. Além disso, o MTBF e o MTTR permitem ainda obter indicadores acerca dos custos de manutenção num determinado período. Quer saber de que forma o Cegid Valuekeep pode ajudá-lo a calcular estas métricas de manutenção? Agende uma demonstração gratuita!

Descubra como o software de Manutenção Cegid Valuekeep pode ser um activo para a gestão de manutenção da sua empresa! Comece hoje mesmo a obter melhores resultados.

Interessado numa demonstração do produto, em mais informações ou em tornar-se um revendedor?

Contacte os nossos especialistas hoje mesmo

Contacte-nos